A crise no ensino jurídico no Brasil: suas consequências na realidade social atual

Compartilhar com

Sumário:1. A construção da história do ensino do direito e suas crises; 2. O desenvolver da crise do ensino jurídico e as consequências na sociedade: características da crise; 3. Sintetizando possíveis soluções para a crise do ensino jurídico.

RESUMO

O ensino do direito no Brasil começa com dois cursos e, com a criação das “faculdades livres” surgi numerosos cursos de direito, dando inicio a proliferação desordenada e sem qualificação de profissionais do direito. Essa crise do ensino jurídico se identifica hoje no baixo índice de aprovação na OAB, e consequentemente nas más atuações dos operadores jurídicos no Brasil e criações de legislações ineficazes. As possíveis soluções que podem contribuir para o aperfeiçoamento desses cursos encontram se em reformas nas formas pedagógicas de ensino, vinculando o ensino com a realidade social presente no meio e conciliação de teoria com prática jurídica para beneficio da sociedade como um todo reformas também na administração das instituições e cursos.

Palavras-chaves: crises, consequências, soluções.

1. Introdução

A sociedade em um todo é dependente do sistema jurídico, pois esse sistema atua em diversas áreas da vida social e como a crise no ensino jurídico refletir na construção da sociedade, nas suas estruturas de coexistência, uma vez que o poder é exercido e baseado no direito, deste modo têm-se as consequências que o ensino jurídico no Brasil influenciou na crise dos cursos de direito e assim na sociedade. O direito deve procurar conciliar o interesse individual e social, por isso como um instrumento de coexistência social o ensino jurídico refletir na sociedade seus erros e acertos, é um dos formadores da nossa sociedade, e dos detentores do poder (estado), assim atingindo maciçamente a realidade social. A pesquisa abordará os efeitos desse ensino e faz-se uma relação do ensino jurídico com o direito na sociedade. E mostrara a crise e como ela se desenvolveu durante o tempo com inicio na independência do Brasil até os dias atuais, identificando as fases dessa crise, quais as possíveis soluções para o problema das metodologias, paradigmas ideológicos e crises que enforcam a sociedade, será apresentado temas discutidos como ponto entre um ensino de qualidade e uma sociedade harmoniosa. O desenvolvimento do direito ate os dias atuais monstra à causa para essa crise, pois sempre houve uma falta de comprometimento com as reais necessidades da sociedade brasileira por parte do sistema politico. O estudo começara com comentário sobre a historia dos cursos de direito no Brasil após sua independência de Portugal, focar nas diversas crises do direito no Brasil e apresentara essas crises no nosso meio social, a dependência da sociedade por soluções que transforme as estruturas educacionais e diretamente a sociedade. Essas soluções serão um despertar de um ensino freado no tempo e posto por uma classe dominante.

Será abordada a criação dos dois primeiro cursos jurídicos que tiveram um currículo único, nacional, rígido e invariável. Tendo a influencia da ideologia estatal e também religiosa, as falhas dos modelos pedagógic