Bernardo Boldrini: a tragédia anunciada

Compartilhar com

A13 Carmine Ed168No dia 24 de janeiro deste ano em curso, o menino Bernardo Boldrini, de 11 anos de idade, procurou o Ministério Público Judiciário na cidade de Três Passos, Rio Grande do Sul, para revelar os maus-tratos que vinha recebendo do pai Leandro e da madrasta Graciele.

Uma audiência especial foi realizada. O magistrado entendeu ser melhor dar uma oportunidade ao pai, que se comprometeu a cuidar melhor do filho.

Dias depois, o menino Bernardo foi encontrado enterrado em um matagal baldio na cidade de Frederico Westphalen, vizinha a Três Passos.

Envolveram-se no crime: Leandro, Graciele, a amiga Edelvânia e o irmão Evandro.

Todos presos.

Duas questões surpreenderam: o poder de sedução de Graciele e a irresponsável fuga de Leandro no momento da morte da esposa, impedindo a realização de uma perícia objetiva sobre os fatos.

Vejamos:

O poder de sedução de Graciele surge em todos os momentos.

Leandro Boldrini, médico conceituado na cidade de Três Passos, bem casado, vivendo tranquilamente com a esposa Edilaine e o filho Bernardo.

Surge Graciele. Loira, esguia, olhos claros, linda. Seduz Leandro. Amasia-se com ele. Edilaine, a esposa, descobre o adultério. Busca o caminho adequado: separação judicial e a divisão dos bens do casal. Contudo, dias antes de a Justiça decidir sobre tais fatos, Edilaine morre com um tiro, no consultório do então marido, médico, que deveria ficar no local para tentar salvar a esposa ou, quanto mínimo, aguardar a perícia para constatar o suicídio. Ao contrário, foge do local. Desaparece. Dessa forma, não foi possível realizar perícia necessária. Os fatos ficaram sem definições concretas, restando apenas o “aparente” suicídio.

Graciele consegue manter o relacionamento. Muda-se e vai residir na casa de Leandro.

Os moradores da cidade de Três Passos, com pouco mais de 20 mil habitantes, ficam surpresos, atônitos com os acontecimentos.

Leandro, cada vez mais seduzido, não consegue livrar Bernardo das garras de Graciele. Bernardo fica permanentemente nas ruas ou em casas de vizinhos.

Graciele passa a ter planos. Convence sua amiga Edelvânia, assistente social, para auxiliar na sua empreitada. A vítima seria Bernardo que, inclusive, iria receber a herança da mãe falecida.

A sedução e o planejamento foram rápidos. Todos submissos ao poder incontrolável de Graciele. Formaram com ela uma associação demoníaca para desaparecer com Bernardo. Uma cova foi aberta em um matagal na cidade de Edelvânia para que Bernardo, morto, não pudesse ser encontrado.

O psicólogo francês Michel Foucault, em seu livro Pierre Revière… traz essa incapacidade do ser humano, muitas vezes, de sensibilizar-se com a dor. Não foi só Bernardo quem sofreu. Todos nós.

Por fim, eis aqui exemplos da sedução maléfica, possibilitando construção de uma inteligência direcionada para o mal, divorciada do amor humano.

Cor da Pele (skin)
Opções de layout
Layout patterns
Imagens de layout em caixa
header topbar
header color
header position
X