02
jul2015

Centenário: Délio Maranhão e Geraldo Montedônio são homenageados com exposição

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Captura de Tela 2015-07-02 às 16.28.40O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, em parceria com o Instituto Justiça & Cidadania e patrocínio da Caixa, inaugurou na tarde desta 4ªf (1º/7) exposição em homenagem aos juristas Délio Maranhão e Geraldo Bezerra de Menezes. A mostra está no Passadiço Cultural, na Lapa, e integra as comemorações pelos 100 anos dos magistrados, que seriam completados neste ano de 2015.

Onze dos 15 filhos do jurista Geraldo Montedônio Bezerra de Menezes estiveram presentes à inauguração da exposição intitulada Délio Maranhão e Geraldo Montedônio: Construtores do Direito e da Justiça do Trabalho. A família – também representada por 14 netos e um bisneto – e amigos se emocionaram com a homenagem, registrada em sete grandes painéis instalados ao longo do corredor do Passadiço Cultural, servidão que liga os fóruns da Rua do Lavradio e da Avenida Gomes Freire. O filho mais velho, Geraldo Bezerra de Menezes, agradeceu em nome da família. “É muito bom expressar gratidão a uma homenagem singular e espontânea ao nosso pai. Os dois magistrados foram precursores, ajudaram a criar a Justiça do Trabalho. Passado tanto tempo, vemos os juízes de agora homenageando os de ontem, uma gratidão histórica”, disse Geraldo.

A presidente do TRT/RJ, desembargadora Maria das Graças Cabral Viegas Paranhos, e o presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Centenário de Nascimento dos juristas, desembargador Carlos Alberto Araujo Drummond, ressaltaram, em seus discursos, fatos importantes da trajetória profissional dos magistrados e o papel decisivo que eles tiveram para a criação da Justiça do Trabalho.

A MOSTRA

Os sete painéis, com quase 30 imagens e textos, levam o visitante a uma viagem pelas vidas pessoal e profissional dos homenageados, que se assemelham em diversas passagens. Geraldo Bezerra de Menezes e Délio Maranhão nasceram no ano de 1915 -Geraldo em fevereiro e Délio em abril -, graduaram-se em Direito com apenas um ano de diferença e tiveram em Eurico Gaspar Dutra, presidente da República, o padrinho que os conduziu à ascensão profissional na Justiça do Trabalho. A mostra auxilia a construção de uma memória permanente sobre os magistrados, além de resgatar parte da história de dois juristas brasileiros que influenciaram decisivamente a jurisprudência trabalhista.

Délio Maranhão nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 26 de abril de 1915 e formou-se pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil (atual UFRJ), em 1937. Foi nomeado para o cargo de juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, como vice-presidente da Instituição em 1946, 1947 e 1949. Assumiu posteriormente a Presidência do Tribunal, em 1951 e 1955. Atuou como juiz Convocado no Tribunal Superior do Trabalho em sucessivos períodos, entre 1956 e 1969. Délio Maranhão aposentou-se como juiz do TRT/RJ em 9 de outubro de 1969.

Geraldo Montedônio Bezerra de Menezes nasceu na cidade de Niterói, então capital do Estado do Rio de Janeiro, em 11 de julho de 1915, e formou-se pela Faculdade de Direito de Niterói – atual Universidade Federal Fluminense (UFF), em 1936. Na Faculdade de Direito foi presidente do Centro Fluminense de Estudos Jurídicos (1935) e do Centro Acadêmico Evaristo da Veiga (1936). Mais tarde foi professor, catedrático e, por dois períodos, diretor da Faculdade. Atuou como juiz presidente da Junta de Conciliação e Julgamento (JCJ) do Rio de Janeiro, entre 1938 e 1941. Foi o primeiro presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em 1946, e atuou como corregedor-geral da Justiça do Trabalho, de 1954 a 1956 e de 1958 a 1960. Aposentou-se como Ministro do TST em 11 de maio de 1966.

Além de familiares e amigos dos juristas homenageados, também prestigiaram a inauguração da exposição o desembargador Jorge Fernando Gonçalves da Fonte; os juízes Claudia Maria Samy P. da Silva, diretora do Fórum de 1ª Instância, e Leonardo Saggese, representando a Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 1ª Região; Tiago Sales, representante do Instituto Justiça & Cidadania; Lourdes Magalhães Dias, gerente Regional da Caixa Econômica Federal, que apoiou a instalação da mostra; servidores e advogados.

Acesse o perfil do TRT/RJ no Flickr (www.flickr/TRTRJ_Oficial) para ver outras fotos da inauguração da Exposição Délio Maranhão e Geraldo Montedônio: Construtores do Direito e da Justiça do Trabalho.

Acompanhe todas as atividades pelo Centenário de Nascimento dos juristas através da  página especial criada pela Comissão Organizadora, que está hospedada no Portal do TRT/RJ (www.trt1.jus.br) .

Com informações extraídas do site do Tribunal Regional do Trabalho – 1a Região

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0
Cor da Pele (skin)
Opções de layout
Layout patterns
Imagens de layout em caixa
header topbar
header color
header position
X