Entrar

Esqueci minha senha

Cadastro


13
ago2018

Em busca do fortalecimento da Advocacia Pública

Compartilhar com

A Advogada-Geral da União, Ministra Grace Mendonça, inaugurou em 07/08 as novas instalações da Procuradoria Federal no Paraná (PF/PR). Membros e servidores da instituição participaram da cerimônia que marcou o início do funcionamento da unidade. A mudança tem como objetivo acomodar com segurança e em melhor estrutura os 160 profissionais que trabalham na PF/PR diariamente com a responsabilidade de representar judicialmente e extrajudicialmente as autarquias e fundações públicas federais. A Advogada-Geral da União observou que o novo prédio oferece não apenas melhorias físicas, mas também espaços para a convivência e troca de experiências entre os colaboradores. “A nova sede favorece a integração das pessoas. É muito importante o esforço de cada um em saber olhar e dialogar com o outro para que juntos possamos construir uma instituição mais forte”.

Em 31/07 a Advogada-Geral da União, Ministra Grace Mendonça, participou do seminário “Jornada de Analisis: Hacia una Ley Orgánica para la Procuraduria General de la República”, em Assunção, capital do Paraguai. Na oportunidade, proferiu palestra que contou com a presença de integrantes das procuradorias paraguaia e boliviana, entres eles o Procurador Geral da República, Francisco Barriocanal. A Ministra destacou que “ter à disposição um corpo jurídico especializado e voltado exclusivamente para a defesa do Estado garante maior higidez na implementação de políticas públicas. Investir na PGR do Paraguai com a edição de sua nova lei orgânica, portanto, é investir no país”. Explicou, ainda, como funciona a representação da União, o assessoramento jurídico ao Poder Executivo e a atual política de incentivo às soluções consensuais de conflitos, que somente em 2017 resultaram em economia na ordem de R$ 1,4 bilhão aos cofres públicos. Recebida em audiência pela vice-presidente do Paraguai, Alicia Pucheta, que já foi ministra da Suprema Corte do país, a Advogada-Geral voltou a defender o fortalecimento da advocacia pública. Por sua vez, Pucheta enalteceu a crescente importância das mulheres nos cenários político e jurídico e enalteceu o papel da advocacia pública na consolidação do Estado Democrático de Direito.