Entrar

Esqueci minha senha

Cadastro


11
jun2013

FGV Direito Rio lança “Mensalão – Diário de um Julgamento”

Compartilhar com

Organizado pelo diretor Joaquim Falcão, livro reúne 143 artigos de professores da instituição publicados na imprensa durante um dos principais episódios da história recente do Brasil
No dia 2 de agosto de 2012 o Brasil assistia ao início do maior julgamento do STF de todos os tempos. Capaz de mudar os rumos da história do país, o escândalo do Mensalão mexeu também com toda a organização da imprensa nacional, que se viu no papel de “traduzir” para a população a importância daquele momento.
Mas para acertar o discurso e conseguir tornar claros todos os termos técnicos que começaram a surgir, os jornalistas precisaram da ajuda de especialistas. Repórteres, editores e colunistas dos principais veículos do país, como O Globo, Folha de São Paulo e o portal G1, entraram em contato com a FGV Direito Rio e passaram a ter um canal direto com os professores das áreas de direito penal, constitucional e ciência política.
O resultado dos seis meses desta rica parceria pode ser conferido em Mensalão – Diário de um Julgamento (Elsevier), organizado pelo professor Joaquim Falcão, diretor da FGV Direito Rio. O livro reúne 143 artigos de professores da instituição – de um total de 193 – publicados na imprensa. “Nosso primeiro objetivo foi lutar pela clareza da linguagem, sobretudo dos ministros. Todo mundo pode entender o que uma constituição quer. Todos deveriam poder concordar ou discordar do voto. É preciso acreditar que o bom entendimento limita a excessiva volatilidade da vontade”, diz Joaquim Falcão.
O livro está organizado em dezesseis capítulos que pretendem tanto contar a história do julgamento, como esclarecer e analisar os principais temas e debates surgidos antes, durante e após as sessões do Supremo. A distribuição dos artigos foi, por isso, pensada para que o leitor pudesse ter em mãos fatos e argumentos não apenas sobre aquilo que foi diretamente discutido em cada semana de julgamento, mas também sobre o que não era claramente visível e, sobretudo, o que estava sendo projetado para o futuro da mais alta corte do país.
“Diário de um Julgamento tem a função de informar de maneira didática e não de defender um lado da história”, diz Adriana Lacombe, pesquisadora da FGV Direito Rio e coordenadora do projeto. O professor Joaquim Falcão deixa claro o objetivo didático da obra: “Durante todo este processo, tivemos sempre em mente aquela advertência: ser professor é exercer profissão paradoxal. Só tem sucesso, quando ele se torna dispensável. Seja diante do aluno na sala de aula, seja diante do leitor, telespectador ou internauta, ou diante da opinião pública”, explica.

Sobre Joaquim Falcão – Doutor em Educação pela Université de Génève, LL.M. pela Harvard Law School e Bacharel em Direito pela PUC-Rio, Joaquim Falcão é diretor da FGV Direito Rio. Foi conselheiro do Conselho Nacional de Justiça, de junho de 2005 a junho de 2009, e escreveu diversos livros. Entre suas principais obras estão O Imperador de Ideias (2010), sobre Gilberto Freire, Democracia e Direito e Terceiro Setor (2006) e A Favor da Democracia (2004).

Serviço
Título: Mensalão – Diário de um Julgamento
Editora: Elsevier
Preço: R$ 39,90
ISBN: 978-85-352-7124-9
Páginas: 371

Lançamentos
Rio de Janeiro
Data: 12 de junho (Quarta-feira)
Horário: 19h
Local: Livraria da Travessa – Shopping Leblon – Av. Afrânio de Melo Franco 290

São Paulo
Data: 19 de junho (Quarta-feira)
Horário: 20h
Local: Rua Barão de Limeira, 425, 9º andar, Centro

(Com informações de Frase Comunicação)