Orpheu e sua catedral

Compartilhar com

As homenagens que são prestadas ao 90º aniversário de Orpheu Santos Salles são extensivas ao Brasil democrático e à liberdade de expressão, sendo um resultado do outro, e vice-versa.

Idealista apaixonado, o que resulta também numa redundância, desde que criou a Revista Justiça & Cidadania, Orpheu fez o papel de missionário na imprensa especializada, conferindo especial destaque à Justiça e àqueles que nela militam diariamente.

Talvez sem o saber, ao longo dos anos Orpheu transformou a revista em seu próprio templo. Se este era o seu objetivo, só ele mesmo dirá. Reza uma lenda no jornalismo que Iphigene Ochs Salzberger, a lendária dama do The New York Times, gostava de comparar seu jornal a uma catedral erguida por idealistas de fé. Dizia ela que um viajante encontrou três cortadores de pedras ao longo do caminho. Perguntou ao primeiro o que estava fazendo, e este respondeu: “Cortando pedra”. Já o segundo disse: “Estou fazendo uma pedra angular”. Mas o terceiro arrematou: “Estou construindo uma catedral”.

Orpheu reuniu os ideais humanistas presentes na sua trajetória de homem público, escritor, intelectual e jornalista para erguer a sua catedral. Diante de seu exemplo, só nos resta, humildemente, saber selecionar as pedras que encontramos.

Cor da Pele (skin)
Opções de layout
Layout patterns
Imagens de layout em caixa
header topbar
header color
header position
X