Entrar

Esqueci minha senha

Cadastro


8
dez2014

Combate à corrupção ganha destaque na 24ª edição do Troféu Dom Quixote

Compartilhar com

bancoImagemFotoAudiencia_AP_281174A 24ª edição da entrega do Troféu Dom Quixote, realizada no dia 3 de dezembro em Brasília, motivou manifestações sobre a crise política que ocupa o noticiário nacional. Personalidades presentes no evento, entre elas o ministro do Supremo Tribunal Federal Carlos Ayres Britto, fizeram referência às recentes denúncias e chamaram os atores da Justiça a agir conjuntamente para combater a corrupção.
“Estamos passando Brasil a limpo. Se por um lado tem a sensação de desalento, por outro lado experimentamos um sentimento de exaltação, de alento de ver as instituições funcionando”, disse Ayres Britto, que rendeu homenagem ao relator dos processos relacionados à operação Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki. Ayres Britto é membro do Conselho Editorial da Revista Justiça & Cidadania e foi o responsável por encerrar a cerimônia realizada nas dependências do STF na noite de ontem.
Para o presidente da Confraria Dom Quixote, o advogado constitucionalista Bernardo Cabral, a turbulência política indica que é hora de reflexão. “Eventuais desencontros não devem permitir a volta do fanatismo sectário, das provocações estéreis ou mesmo da prepotência arbitrária”, disse o advogado, relator-geral da Assembleia Nacional Constituinte de 1988.
Lembrando as qualidades do personagem que dá nome ao prêmio – ética, moralidade, dignidade, coragem e amor – o fundador e editor da Revista Justiça & Cidadania, Orpheu Salles, também destacou a necessidade de mudança. “O que se vê hoje no país é uma vergonha, é um bando de bandidos que se apossaram de alguns postos para denegrir a reputação desses cargos. É necessário que empunhemos a bandeira da moral e da dignidade”, defendeu.
Agraciados

Foram premiadas 25 personalidades, entre magistrados, integrantes do Ministério Público e da Advocacia Pública, chefes institucionais, advogados e empresários. O Troféu Dom Quixote surgiu em 1999, dedicado às personalidades que lutam em defesa da ética, da moral e dos direitos da cidadania. O Troféu Sancho Pança foi lançado em seguida para homenagear as personalidades já agraciadas com o Troféu Dom Quixote que se mantiveram fieis aos mesmos princípios.
No evento, também foi lançado o livro “Estudos de Direito Constitucional: uma homenagem a J. Bernardo Cabral”. O homenageado recebeu o primeiro exemplar das mãos do presidente da OAB Nacional, Marcus Vinícius Coêlho, e autografou diversos livros aos convidados presentes.

Confira a lista dos agraciados:
Troféu Dom Quixote
1.       Ministro Antonio José de Barros Levenhagen – Presidente do Tribunal Superior do Trabalho – TST
2.       Guilherme Augusto Caputo Bastos – ministro do TST
3.       Maria Cristina Irigoyen Peduzzi – ministra do TST
4.       Admar Gonzaga Neto – ministro do Superior Tribunal de Justiça
5.       Antonio Carlos Ferreira – ministro do Superior Tribunal de Justiça
6.       Luciana Christina Guimarães Lóssio – ministra do Tribunal Superior Eleitoral
7.       João Augusto Ribeiro Nardes – ministro e presidente do Tribunal de Contas da União
8.       Isaac Sidney – procurador-geral do Banco Central
9.       Rodrigo Janot Monteiro de Barros – procurador-geral da República
10.   José Renato Nallini- desembargador presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
11.   Maria das Graças Pessôa Figueiredo- desembargadora e presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas
12.   Marcus Vinicius Furtado Coêlho – presidente da Ordem dos Advogados do Brasil.
13.   Álvaro Teixeira da Costa, jornalista e presidente do Correio Braziliense e do Diários Associados
14.   Manoel Carlos de Almeida Neto – secretário-geral da presidência do Supremo Tribunal Federal
15.   Marcelo Rossi Nobre – advogado
16.   Conceição Gonçalves Coelho – advogada
17.   Maurício de Figueiredo Corrêa da Veiga – advogado
18.   Maria Celeste Morais Guimarães, advogada e diretora jurídica da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig
Troféu Sancho Pança
1.       Enrique Ricardo Lewandowski – ministro e presidente do STF
2.       Teori Albino Zavascki – ministro do STF
3.       Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin – ministro do STJ
4.       Laurita Hilário Vaz – ministra do STJ
5.       José Eduardo Martins Cardozo – ministro da Justiça
6.       Marco Antonio Rossi – empresário e presidente do Grupo Bradesco Seguros
7.       Maurício Dinepi – jornalista, presidente do Jornal do Commercio

marcas