Entrar

Esqueci minha senha

Cadastro


5
dez2005

XIV Troféu Dom Quixote

Compartilhar com

Mais uma vez o Centro Cultural Justiça Federal se tornou cenário para a entrega do Troféu Dom Quixote, realização vitoriosa da Revista Justiça & Cidadania. Na cerimônia, 33 personalidades foram homenageadas por terem se destacado em defesa da ética, moralidade, dignidade, justiça e direitos da cidadania.

“A sociedade encontra em cada magistrado o símbolo de Dom Quixote”, disse o diretor-editor de nossa Revista, jornalista Orpheu Santos Salles, acrescentando que a homenagem era para reverenciar principalmente os membros do Judiciário.

“Dom Quixote representa tudo o que o povo espera da magistratura. Os homens que vestem a toga dão ao povo alguma esperança, principalmente em um momento como este em que a moral e dignidade estão desprestigiadas. A Justiça representa a última esperança do povo. Cada juiz é a figura de Dom Quixote.”, concluiu nosso diretor.

Inspiração nos sonhos
O Presidente do STJ, ministro Edson Vidigal também Presidente da Confraria Dom Quixote recebeu a espada “El Cid Campeador” entregue pelo jurista Bernardo Cabral e pelos advogados George Tavares e Técio Lins e Silva. Ao agradecer, disse o ministro: “Dom Quixote chega mais uma vez nesse momento do nosso País com os pés no chão. Nós não podemos ficar na mesmice, nas reclamações, nas lamúrias sobre as mazelas que estão escondidas no País e que se resumem como solução a uma palavra, que é justiça, aquilo que o povo brasileiro está a querer. Não só a justiça de prestação jurisdicional que ainda é incipiente em relação à demanda, mas a justiça que se completa, que é a justiça social, que é atribuição dos magistrados, dos operadores do Direito, dos advogados, que podem realizar a justiça mais viável possível, estabelecendo parâmetros para que a sociedade possa acreditar no regime democrático.”