dez.2019

Edição 91

Desprezo e desperdício da cultura

A aposentadoria compulsória é tratada como “desprezo e desperdício da cultura jurídica” em texto que trata do encerramento da carreira do ministro Francisco Peçanha Martins. Leia mais em seu discurso de despedida do Superior Tribunal de Justiça, do qual ocupava o cargo de vice-presidente. Leia o artigo “Judiciário e crime organizado: sequestro”, por Bernardo Cabral, consultor da presidência da Confederação Nacional do Comércio, e “Previdência social para todos”, por Luiz Marinho, ministro da Previdência Social. Fique sabendo sobre a polêmica gerada por conta da recente divulgação de um parecer técnico elaborado pela Consultoria Jurídica do Ministério da Previdência Social.

Compartilhe esta edição:

Assine nossa newsletter e receba a nossa revista digital, em primeira mão, no seu e-mail

Voltar ao topo