Edição

Protagonistas de um Brasil melhor

23 de agosto de 2013

,

Compartilhe:

“A palavra é o instrumento irresistível da conquista da liberdade.”

Rui Barbosa

Nós, jornalistas, partilhamos com os operadores do Direito o instrumento mais forte que o homem pode ter em suas mãos: a palavra! É com este recurso que gostaríamos de parabenizar os milhares de advogados e magistrados de todo o Brasil, por este 11 de agosto de 2013, quando comemoramos o Dia Nacional do Advogado, o Dia do Magistrado e o Dia do Direito.

Um simples parabéns, no entanto, não bastaria. Nem resgatar a história que é conhecida de todos, a do famoso “Dia do Pendura”, quando os alunos das faculdades de Direito tinham o costume de comer em restaurantes e sair sem pagar a conta. Este dia marca a criação dos primeiros cursos superiores de Direito no País, em 1827, nas cidades de São Paulo (SP) e Olinda (PE). Mas, ao contrário da antiga tradição – hoje não mais praticada –, esta edição celebra a data e não deixa dívidas com a informação.

Escolhemos esse momento para lançar a reflexão sobre a importância do papel dos operadores do Direito nos dias de hoje, por meio dos artigos de três destacadas personalidades do mundo jurídico.

O primeiro deles é o desembargador do TJRJ, Marcus Faver, presidente do Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil, que faz um chamamento a todos os operadores do Direito para a importância de estarmos atentos a esse momento, em que a Nação caminha para um entrelaçamento entre a Política e o Direito. Diz ele: “As últimas manifestações populares no Brasil e, particularmente, no Rio de Janeiro, evidenciam uma profunda crise político-institucional em nosso país”.

A segunda personalidade está na entrevista de nossa matéria de capa: o novo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinicius Furtado. Ele alerta: “Ninguém, em sã consciência, pode ignorar o que está acontecendo nas ruas. Não se trata de algo meramente espontâneo, como algumas pessoas a princípio imaginaram. Isso reflete o acúmulo de anos de insatisfação, de frustrações e de reivindicações não atendidas”.

Finalmente, o diretor de campanhas da organização não governamental Avaaz, Pedro Abramovay, lança luz sobre a mobilização política on-line, o chamado “clicativismo”, que, segundo ele, gerou mudanças no “caldo político”.

O que os discursos de Faver, Furtado e Abramovay teriam em comum? Os três chamam a atenção para a situação de mobilização em que se encontra o povo brasileiro, um momento de questionamentos, de manifestações e, especialmente, de luta por ética na vida pública.

Nesse cenário, será decisiva a postura militante, ética e transparente de nossos advogados, bem como será fundamental a atuação consciente, digna e valorosa de nossos magistrados. Portanto, parabéns a vocês, advogados e magistrados, não apenas por sua data no calendário, mas porque sempre foram e sempre serão protagonistas de um Brasil melhor.

Um forte abraço!

Assine nossa newsletter e receba a nossa revista digital, em primeira mão, no seu e-mail

Voltar ao topo