Entrar

Esqueci minha senha

Cadastro


Homenagem a um homem de bem

Compartilhar com

A Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, em seção solene, de 15 de outubro de 2007, outorgou a Medalha Tiradentes ao Ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, por seus relevantes serviços prestados em prol da cidadania brasileira.
Esta homenagem ostenta o nome do Proto-Mártir da Independência, cuja efígie está  estampada na medalha, tem um significado todo especial e que os legisladores fluminenses intuíram ao concederem a honraria ao Ministro Lewandowski, posto que o denominador comum que vincula o agraciado ao seu patrono é a fidelidade à linha do ideal a realizar.
O ideário de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, na busca da sonhada independência do Brasil, alicerça-se com a imolação de sua própria vida em prol da causa abraçada, por isso seu exemplo é farol, já que norteia e ilumina momentos difíceis em que se debate a cidadania e todos quantos com ela se preocupam.
O Ministro Ricardo Lewandowski é também um idealista que busca ver consolidada uma sociedade justa e equânime. No elevado cargo que ocupa, como Ministro da mais alta Corte do País, tem oportunidade de dar concreção a uma aspiração, desde sua juventude acalentada de – optando por cursar Ciências Políticas e Sociais, na Escola de Sociologia e Política de São Paulo (1971), e Ciências Jurídicas e Sociais na Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (1973) – poder mudar o mundo e a sociedade e de interferir na realidade circundante.
Esta aspiração juvenil, nascida de seu idealismo, tem inspiração na figura paterna, Sr. Waclaw, que lhe transmitiu o gosto pelo estudo da filosofia e da história. Ela se realizou com a ascensão ao cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal, destacando-se sua atuação independente e altaneira em questões que mobilizam o Estado Brasileiro, e a preservação dos direitos fundamentais e garantias individuais nos julgamentos de que participa.
A brilhante trajetória profissional foi edificada ao longo de sucessivas conquistas, com registro dos seguintes marcos:
1948 – Ano de seu nascimento, na cidade do Rio de Janeiro.
1971 – Forma-se bacharel em Ciências Políticas e Sociais pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo.
1973 – Conclui o bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo.
1974 – Começa a atuar como advogado.
1981 – Forma-se Master of Arts em Relações Interna-cionais na Tufts University, com a dissertação International Protection of Human Rigths: A study of de the brazilian situation and de policy of de Carter Administration.
1984 a 1988 – Atua como Secretário de Governo de Assuntos Jurídicos de São Bernardo do Campo.
1988 a 1989 – Presidente da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano S. A. (EMPLASA).
1990 – Torna-se magistrado do Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo, com ingresso pelo Quinto Constitucional da classe dos advogados.
1994 – Torna-se livre-docente em Direito pela Facul-dade de Direito da USP.
1997 – Por merecimento, é promovido a desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, chegando ao Órgão Especial.
2003 – Conquista a cátedra de professor de Teoria Geral do Estado da Faculdade de Direito da USP.
2006 – Assume como ministro do Supremo Tribunal Federal por indicação do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Ao lado de sua admirável atuação pública e profissional, o Ministro Ricardo Lewandowski é marido e pai sempre presente. Tem em sua esposa, Dra. Yara, e em seus filhos, Ricardo, Lívia e Henrique, os co-partícipes de uma família estruturada e harmoniosa, sendo pertinente a regra de experiência: “Ao lado de um grande homem, sempre está uma grande mulher”.
A outorga da Medalha Tiradentes, portanto, é uma homenagem a um homem de bem.
A Revista “Justiça e Cidadania” associa-se a esta homenagem e também perfila-se com todos quantos se sentem orgulhosos de conviver com tão ilustre homenageado.